Corvo Correio: uma lição de vida

04/04/2019


Este é um dos livros pela qual nos apaixonamos: "a história de um belo corvo pretinho - pretinho! - que por toda a vida sonhou voar ao lado dos imponentes pombos branquinhos - branquinhos! - e fazer parte do tradicional grupo dos pássaros mensageiros.

O corvo José tinha este sonho desde menino: ser carteiro, igual aos pombos que ele via todos os dias voarem com a correspondência que iam distribuir pelos campos e cidades. Um dia enche-se de coragem e vai até à central dos correios pedir emprego. Mafalda, a velha coruja que dirige o serviço, acha que ele não serve para o trabalho, pois os pombos sempre tiveram essa função por uma razão muito simples: eles são brancos, simbolizam a pureza e a paz; imagina o que os animais pensariam ao verem um corvo se aproximar com a sua correspondência! Muito provavelmente acreditariam que vinham aí notícias ruins!
Mais cedo do que pensa, porém, o nosso amigo corvo terá a sua grande oportunidade de mostrar ao mundo que a diferença traz muitas vantagens, no trabalho ou em qualquer outro aspecto da vida.

Uma história bem divertida, mas que trata de temas importantes como diversidade e aceitação das diferenças, para não usar o termo tolerância, que não gosto muito, uma vez que tolerar dá a impressão de uma coisa que não gostamos mas temos que conviver, como uma imposição. Prefiro encarar as diferenças como algo que devemos enxergar como uma descoberta, aprender como é o outro diferente de mim e que pode me ensinar e aprender comigo. Afinal, nosso mundo é rico exatamente pela diversidade ambiental, cultural, religiosa, étnica etc.

A obra é de autoria de Isabel Cintra que vive na Suécia e foi vencedora do Prêmio Off Flip em 2017. As ilustrações são de seu irmão Zeca Cintra, que é artista plástico e vive em Portugal. Ambos conseguiram realizar seus sonhos como nesta linda história. O Festival Literário de Paraty tem um selo com o qual publica os vencedores, e a obra pode ser comprada pela internet. Recomendo a leitura, a partir dos 6 anos, fundamental para as escolas terem em suas bibliotecas.