O Príncipe Atrasado

05/07/2019

Princesas feministas nos Contos de Fadas
 mostram que príncipe está atrasado!

Paródia diverte e faz refletir, livro é o primeiro da coleção Teatro em cena, Editora Madrepérola que pretende estimular o teatro na escola.

O Príncipe Atrasado: uma paródia teatral de contos de fadas, de Cássia Leslie e Ricardo Dalai, é o livro inicial da série de obras encarregadas de levar ao público um gênero escasso, mas que é um prato cheio às crianças: a dramaturgia. Nesta trama, o príncipe chega literalmente atrasado para acordar a Bela Adormecida, que nem de longe quer se casar depois de tanto tempo perdido dormindo. A princesa quer se dedicar à administração do seu reino. De frágil, a moça não tem nada e acredita que o casamento pode acontecer bem mais tarde, se for o caso. O príncipe ainda tenta, durante um baile, persuadir ao casamento Cinderela, que administra uma empresa de sapatos, a princesa africana Nzinga e outras tantas personagens, mas todas estão bem ocupadas, mostrando que os tempos, e as mulheres, mudaram! No entanto, ele não ficará sem par, mas descobre que não é ele quem salva ninguém e, sim, o amor, que irá inclusive beneficiá-lo também, quando achar a eleita do seu coração.

A obra conta com a leitura crítica de Sonia Pascolati, o que ajuda o professor no trabalho com o livro. Um glossário de termos teatrais e dicas de como montar a peça completam a obra criativa e instigante. O editor Rafael Silvaro acredita que "o inventar, criar e interpretar são bases fundamentais para a percepção do mundo e da sociedade ao redor dos pequenos. Por isso, incentivar a ação pedagógica do professor com esse gênero é também uma força maior a povoar as salas de aulas com espetáculos originais e atualizados ao nosso tempo".

Coleção Teatro em cena

O diferencial da coleção Teatro em cena, segundo Silvaro, é a orientação pedagógica de como se trabalhar o texto dramático na sala de aula. A Madrepérola pretende, entre 2019 e o primeiro semestre de 2020, levar às escolas, além de O Príncipe Atrasado: uma paródia teatral de contos de fadas, as obras dramatúrgicas O Pássaro do Agreste, de Tatá Bloom, e mais um ainda sem título definido, sobre fábulas.

Paralelamente, a Editora Madrepérola pretende ainda lançar uma obra teórico-metodológica, elaborada pelas escritoras Cassia Leslie, Marcia Paganini e Tatá Bloom, que também é professora de teatro. O objetivo é orientar como pode ser a atuação do professor com os textos na escola, inclusive ensinando jogos dramáticos e técnicas de teatro para encená-los.

Serviço:

O Príncipe AtrasadoCassia Leslie e Ricardo Dalai
Ilustrações: Roberta Asse
Editora Madrepérola
R$34,90
À venda no site da Amazon e da editora: www.editoramadreperola.com

Editora investe em dramaturgia infantojuvenil na
Coleção Teatro em cena

A Editora Madrepérola, de Londrina, no Paraná, figura no cenário editorial há quatro anos e intenciona construir um colar reluzente com a pérola do talento que pertence aos novos autores da literatura brasileira. Iniciou, neste ano, um investimento num segmento que a maioria das editoras não costuma dar muita atenção: os textos teatrais infantojuvenis, com a coleção Teatro em cena.