Leitura necessária:depressão juvenil

07/09/2020


Gosto quando sou surpreendida por um livro. Caminho para ver Estrelas não é nada do que imaginei, que bom! Um livro para jovens (de espírito) que possibilita a integração de diversos suportes e linguagens, com uso de novas tecnologias, teorias críticas, música, poemas e criatividade. É tão profundo e tão leve, que é uma fórmula enigmática. Abre inúmeras formas de ser compreendido, tudo ao mesmo tempo ou em partes, de acordo com as descobertas, experiências e estudos que vamos tendo pela vida. Captura o leitor com facilidade nos prendendo em seu enigmático enredo de ficção científica.

Escrevo ouvindo a playlist do livro. Imagino um jovem ouvindo a música enquanto lê o capítulo referente a cena. Está dentro da história e começa a refletir sobre a frase: "sem reflexão, a indiferença e a barbárie se instalam. O preço da liberdade é a eterna vigilância (...). As próximas gerações irão mudar a realidade e criar um mundo mais sustentável, menos egoísta, de respeito à natureza, aos seres humanos e à vida".

O futuro do planeta é agora. Essa geração precisa fazer a mudança que salvará o planeta e nós temos obrigação de ajudá-los, eles são nossos filhos e netos. Isso não é ficção científica, é a realidade, são as nossas vidas. Infelizmente, a mesma juventude que é a grande esperança, está em crise: o suicídio é a segunda maior causa de mortes entre adolescentes. A maioria está ligado à depressão, mal deste século.

Uma das causas deste perigo é que a adolescência é um grande salto, da infância, onde há a proteção dos pais, para o mundo adulto, onde o jovem percebe a sociedade em que vivemos. Convenhamos que olhar o mundo hoje, com tanta violência e miséria, apesar de tanta tecnologia e avanço científico, não é nada fácil. Por vezes, os próprios pais que deveriam proteger são os causadores dos maiores sofrimentos. A violência urbana, a ditadura da magreza, preconceitos... É necessário apoio familiar (e não superproteção) e uma rede de amizades muito forte para que possamos ajudar uns a juventude a superar as frustrações inevitáveis, mas que nos fortalecem e fazem crescer.

Há ainda um agravante: um mundo virtual "perfeito", onde todos são "felizes". A vida tem que ser uma festa diária, vazia, fria e superficial, onde é proibido sofrer o que deixa muitos de nossos jovens em agonia e sem direção. Por isso, é importantíssimo que conheçam a obra: Caminho para ver estrelas, de Lúcia Teixeira, com ilustrações de Delone, da Cortez Editora. É a história final da Trilogia do Tempo, Tudo é possível - incrível viagem no tempo e O segredo da longa vida. Um livro que deveria ser roteirizado para o cinema.

O que encontrar na obra? Muitas referências a cidade de Santos, naturalidade da autora, e muita música, poesia, artes plásticas, teorias de Einstein, Esperança, Ficção Científica, Criatividade, Filosofia, Amor, Amizade, Estímulo a Resiliência, Consciência Sustentável, Preservação do Planeta, Acolhimento, Cultura de Paz, Justiça Social e um convite do maluco beleza: (...) Mesmo que pareça que não há mais lugar/ Vocês ainda têm/ A velocidade da luz pra alcançar/ Vocês serão o oposto dessa estupidez/ Aventurando tentar outra vez/ A geração da luz é a esperança no ar.